Prefeitura de Itatiba

18/06/2019 - 12:31:08
top_noticias
Jovens e motociclistas são maioria das vítimas de acidentes
Ter, 09 de Outubro de 2012 12:36

Um levantamento realizado pelo Departamento Municipal de Trânsito da Prefeitura de Itatiba aponta que os jovens e os motociclistas são a maioria entre as vítimas de acidentes de trânsito na cidade. Os dados são referentes aos anos de 2009, 2010, 2011 e 2012 (até 26 de setembro). O total de vítimas vem caindo ano a ano. Foram 481 vítimas em 2009, 437 em 2010, 380 em 2011 e 315 até 26 de setembro de 2012. Os dados coletados foram analisados de duas maneiras, por faixa etária e por classificação da vítima. A análise por idade demonstra que a maior parte das vítimas de acidentes de trânsito em Itatiba encontra-se na faixa etária dos 18 aos 29 anos. A proporção se manteve praticamente a mesma em cada ano, sendo que as vítimas nessa faixa etária correspondem a cerca de 50% do total. "São justamente os motoristas menos experientes. Soma-se a isto a imprudência característica dos mais jovens. Esses números confirmam a importância do trabalho que o Departamento de Trânsito realiza semanalmente nos Centros de Formação de Condutores da cidade", comenta o Diretor do departamento, Manoel Angelo Sanfins. Na sequência estão as vítimas com idades entre 30 e 59 anos, aproximadamente 30%. Em média 11% estão entre 0 e 17 anos e 5,5% tem mais de 60 anos. Cerca de 3,5% das vítimas não tiveram a idade identificada.

faixa_etria

Conforme a classificação, os motociclistas são a maioria das vítimas de acidentes, correspondendo em média a 46,5% do total. Os condutores de autos vem em segundo, com média de 17%. Passageiros de autos e pedestres correspondem a 12% cada. Passageiros de motos são 8,5% das vítimas e ciclistas 4%. "Se considerarmos que a frota de motos é praticamente a metade da frota de carros, a quantidade de motociclistas envolvida em acidentes chama a atenção. O que não quer dizer que eles sejam os responsáveis, mas sim que são mais frágeis. Esses dados servem como alerta, para que todos fiquem mais atentos. Entre todas as análises possíveis desses números a mais importante é que sempre os mais frágeis é quem sofrem mais. Não devemos responsabilizar este ou aquele grupo, pois o trânsito é feito por todos", lembra Sanfins.

banner_ods

botao_sedac

banner_nfse

iptu_2019

taxa_licenca_2019

produtor_rural

banner_botao_cupom_fiscal
banner_atribuicao_aula
banner_aux_transporte
banner_catabugiganga
banner_programacao_melhor_idade
banner_parquimetro

banner_ouvidoria