Prefeitura de Itatiba

28/11/2014 - 14:17:36
top_noticias
GOVERNO: Itatiba é um dos cinco municípios brasileiros a avançar no compromisso com a ONU
Qui, 29 de Agosto de 2013 12:39

2013.08.29_cidades_resilientes_sgov
Fazer parte deste grupo equivale a dizer que a cidade apresentou avanços significativos em seu compromisso com a ONU em torno de práticas de desenvolvimento sustentável, diminuindo as vulnerabilidades e propiciando bem estar e segurança aos cidadãos

Graças ao trabalho desenvolvido pela atual administração, Itatiba passou para o 1º ciclo das cidades resilientes, um seleto grupo que conta atualmente com apenas 113 membros em todo o mundo, sendo quatro deles no Brasil. Itatiba é o quinto município brasileiro a fazer parte do grupo. Além de Itatiba, estão no 1º ciclo Campinas, no Estado de São Paulo; e Rio de Janeiro, Macaé e São João da Barra, no Estado do Rio de Janeiro. Fazer parte deste grupo equivale a dizer que a cidade apresentou avanços significativos em seu compromisso com a ONU (Organização das Nações Unidas) em torno de práticas de desenvolvimento sustentável, diminuindo as vulnerabilidades e propiciando bem estar e segurança aos cidadãos. "Em abril deste ano entramos para o grupo de 25 cidades brasileiras consideradas resilientes. Agora, demos um passo adiante, pois efetivamente honramos nosso compromisso", disse o Prefeito João Fattori.

Para entrar no 1º ciclo, foram consideradas as ações desenvolvidas na cidade relativas a dez fundamentos: ações de organização e coordenação para compreender e aplicar ferramentas de redução de riscos de desastres, com base na participação de grupos de cidadãos e da sociedade civil; atribuição de orçamento para a redução de risco de desastres e incentivos para proprietários em áreas de risco, famílias de baixa renda, comunidades, empresas e setor público para investir na redução dos riscos que enfrentam; manutenção de dados sobre os riscos e vulnerabilidades atualizados; invetimento e manutenção em infraestrutura para redução de riscos; avaliação da segurança de todas as escolas e centros de saúde; adoção de regulamentos realistas, compatíveis com o risco de construção e princípios de planejamento do uso do solo; programas de educação e treinamento sobre a redução de risco de desastres estejam em nas escolas e comunidades; proteção a ecossistemas e barreiras naturais para mitigar inundações, tempestades e outros perigos; sistemas de alerta e alarme, e capacidades de gestão de emergências em seu município; e a garantia das necessidades de sobreviventes de desastres.

Hyogo

Baseado no Marco de Ação de Hyogo (MAH), o instrumento mais importante para a implementação da redução de riscos de desastres adotado pelos Estados Membros das Nações Unidas, o levantamento que garantiu à Itatiba é composto por 41 quesitos que são classificados em uma escala que vai de um a cinco. Em 30 desses quesitos Itatiba recebeu classificada como nível 4, o que equivale a dizer que um resultado significativo foi alcançado, mas com algumas deficiências já reconhecidas. Em outros oito quesitos a classificação foi nível 3, ou seja, existe algum compromisso institucional e capacidades para alcançar Redução de Risco de Desastres. Dois quesitos foram classificados como nível 1 e um como nível 2. "Esse acompanhamento nos mostra nossas conquistas, mas, mais importante, nos aponta as áreas que precisam ser priorizadas", comenta o Prefeito Fattori.

Uma cidade resiliente é aquela que tem a capacidade de resistir, absorver e se recuperar de forma eficiente dos efeitos de um desastre e de maneira organizada prevenir que vidas e bens sejam perdidos. Ser uma cidade resiliente requer uma união de esforços entre governos locais e a sociedade civil. O objetivo é aumentar o grau de consciência e compromisso em torno das práticas de desenvolvimento sustentável, como forma de diminuir as vulnerabilidades e propiciar o bem estar e segurança dos cidadãos.

Acompanhe

_
banner_atribuicao_aula
banner_aux_transporte
banner_calendario
banner_infovia
banner_telefone_adaptado
banner_parquimetro